BDPA - Bases de Dados da Pesquisa Agropecuária Embrapa
 






Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido      Imprime registros no formato resumido
Registros recuperados : 5
Primeira ... 1 ... Última
1.Imagem marcado/desmarcadoBITTENCOURT, M. V. L. Desenvolvimento economico e agricultura. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 37., 1999, Foz do Iguacu. O agronegocio do Mercosul e a sua insercao na economia mundial: anais. Brasilia: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural, 1999. p.182. Resumo.

Biblioteca(s): Embrapa Florestas.

Visualizar detalhes do registroImprime registro no formato completo
2.Imagem marcado/desmarcadoMUNIZ, R.; BITTENCOURT, M. V. L. Análise de bem-estar para as unidades da federação do Brasil aplicada aos microdados de 2004. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, v. 40, n. 1, p. 185-202, jan./mar. 2009.

Biblioteca(s): Embrapa Semiárido.

Visualizar detalhes do registroImprime registro no formato completo
3.Imagem marcado/desmarcadoCEREZINE, P. C.; OLINISKY, I. A.; BITTENCOURT, M. V. L.; VALÉRIO FILHO, W. V. Mancha-foliar-de-phyllosticta em gengibre. Caracterização cultural do patógeno e efeito de tratamentos químicos no controle da doença em Morretes, Estado do Paraná. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 30, n. 4, p. 477-487, abr. 1995. Título em inglês: Phyllosticta leaf spot on ginger cultural characterization of the pathogen and effect chemical treatments on disease control in Morretes, Paraná State, Brazil.

Biblioteca(s): Área de Informação da Sede.

Visualizar detalhes do registroAcesso ao objeto digitalImprime registro no formato completo
4.Imagem marcado/desmarcadoFIRMINO, F. P.; AQUINO, L. C.; MARÇOLA, T. G.; BITTENCOURT, M. V.; McMANUS, C. M.; PALUDO, G. R. Frequency and hematological alterations of different hemoplasma infections with retrovirusis co-infections in domestic cats from Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira, Rio de Janeiro, v. 36, n. 8, p. 731-736, ago. 2016.

Biblioteca(s): Área de Informação da Sede.

Visualizar detalhes do registroAcesso ao objeto digitalImprime registro no formato completo
5.Imagem marcado/desmarcadoALMEIDA, A. N. de; SOUZA, V. S. de; LOYOLA, C. E. de; BITTENCOURT, M. V. L.; SILVA, J. C. G. L. da. Análise do preço externo do compensado paranaense através da metodologia de Box & Jenkins. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 37, n. 81, p. 61-69, mar. 2009.

Biblioteca(s): Embrapa Florestas.

Visualizar detalhes do registroImprime registro no formato completo
Registros recuperados : 5
Primeira ... 1 ... Última






Registro Completo

Biblioteca(s):  Área de Informação da Sede.
Data corrente:  16/01/1997
Data da última atualização:  06/09/2019
Autoria:  CEREZINE, P. C.; OLINISKY, I. A.; BITTENCOURT, M. V. L.; VALÉRIO FILHO, W. V.
Afiliação:  Paulo Cezar Cerezine, Universidade Estadual Paulista - UNESP/Faculdade de Engenharia; Irineu Antonio Olinisky, IAPAR; Maurício Vaz Lobo Bittencourt, Universidade Federal do Paraná - UFPR/Centro de Ciências Agrárias; Walter Veriano Valério Filho, Universidade Estadual Paulista - UNESP/Faculdade de Engenharia.
Título:  Mancha-foliar-de-phyllosticta em gengibre. Caracterização cultural do patógeno e efeito de tratamentos químicos no controle da doença em Morretes, Estado do Paraná.
Ano de publicação:  1995
Fonte/Imprenta:  Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 30, n. 4, p. 477-487, abr. 1995.
Idioma:  Português
Notas:  Título em inglês: Phyllosticta leaf spot on ginger cultural characterization of the pathogen and effect chemical treatments on disease control in Morretes, Paraná State, Brazil.
Conteúdo:  Os objetivos deste trabalho foram determinar o crescimento da curva micelial do patogeno e a sensibilidade de alguns fungicidas potencialmente eficientes no controle da doenca. A faixa otima para crescimento micelial dos isolados de Phyllosticta sp., in vitro, situou-se entre 25 e 27,5 C. As temperaturas maximas e minimas para o crescimento do patogeno foram 32,5 e 10 C. Inibicao total do crescimento micelial foi constatada tambem com captan e mancozeb a 1.000 mg i.a/ml e triadimenol a 100 mg i.a./ml. Reducao parcial do crescimento micelial foi observada com iprodione, tiofanato metilico e chlorothalonil ate 1.000 mg/ml. Quanto ao controle quimico da mancha-foliar-de-Phyllosticta em gengibre "Gigante", este foi estudado em Morretes, PR, na safra de 1991/92.Foram efetuadas 18 pulverizacoes, em intervalos de 7 a 10 dias, entre dezembro e abril. Chlorothalonil proporcionou a maior reducao da area sob a curva de progresso de doenca estandardizada (ASCPDe). Com relacao a dithianon, oxicloreto de cobre, folpet, mancozeb e captan, constatou-se ASCPDe entre 15,05 a 18,61 lesoes/folha doente. Ja iprodione, benomyl, triadimenol e tiofanato metilico nao controlaram a doenca. A ASCPDe da testemunha foi de 35,88 lesoes/folha doente. Nao houve diferenca entre tratamentos com relacao ao vigor das plantas de gengibre e a producao. A fungicida oxicloreto de cobre foi fitotoxico ao gengibre.
Palavras-Chave:  Phylosticta sp.
Thesagro:  Controle Químico; Zingiber Officinale.
Thesaurus NAL:  chemical control.
Categoria do assunto:  --
URL:  http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/AI-SEDE/19407/1/pab07_abr_95.pdf
Marc:  Mostrar Marc Completo
Registro original:  Área de Informação da Sede (AI-SEDE)
Biblioteca ID Origem Tipo/Formato Classificação Cutter Registro Volume Status
AI-SEDE19407 - 1UPEAP - PP630.72081P474
Fechar
Nenhum registro encontrado para a expressão de busca informada.
 
 

Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área Restrita

Embrapa Informática Agropecuária
Av. André Tosello, 209 - Barão Geraldo
Caixa Postal 6041- 13083-886 - Campinas, SP
PABX: SAC (19) 3211-5743
SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional