BDPA - Bases de Dados da Pesquisa Agropecuária Embrapa
 






Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados : 1
Primeira ... 1 ... Última
1.Imagem marcado/desmarcadoFUZITANI, E. J.; SANTOS, A. F. dos; DAMATTO JUNIOR, E. R.; NOMURA, E. S.; KALIL FILHO, A. N. Inoculation methods, aggressiveness of isolates and resistance of peach palm progenies to Phytophthora palmivora. Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 44, n. 3, p. 213-217, 2018.
Biblioteca(s): Embrapa Florestas.
Visualizar detalhes do registroAcesso ao objeto digitalImprime registro no formato completo
Registros recuperados : 1
Primeira ... 1 ... Última






Registro Completo
Biblioteca(s):  Embrapa Florestas.
Data corrente:  31/10/2018
Data da última atualização:  14/11/2018
Tipo da produção científica:  Artigo em Periódico Indexado
Circulação/Nível:  B - 1
Autoria:  FUZITANI, E. J.; SANTOS, A. F. dos; DAMATTO JUNIOR, E. R.; NOMURA, E. S.; KALIL FILHO, A. N.
Afiliação:  Eduardo Jun Fuzitani, APTA, Vale do Ribeira Regional; ALVARO FIGUEREDO DOS SANTOS, CNPF; Erval Rafael Damatto Junior, APTA, Vale do Ribeira Regional; Edson Shigueaki Nomura, APTA, Vale do Ribeira Regional; ANTONIO NASCIM KALIL FILHO, CNPF.
Título:  Inoculation methods, aggressiveness of isolates and resistance of peach palm progenies to Phytophthora palmivora.
Ano de publicação:  2018
Fonte/Imprenta:  Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 44, n. 3, p. 213-217, 2018.
DOI:  10.1590/0100-5405/178476
Idioma:  Inglês
Conteúdo:  Podridão da Base do Estipe (PBE) causada por Phytophthora palmivora é a principal doença da pupunheira no viveiro e no campo. O objetivo deste trabalho foi: a) determinar o método mais apropriado de inoculação de P. palmivora em pupunheira; b) avaliar a agressividade de isolados de P. palmivora; c) avaliar a resistência de progênies de pupunheira à P. palmivora. Os experimentos foram conduzidos na Embrapa Florestas no período de março de 2011 a março de 2012. Foi desenvolvida uma escala descritiva de notas para avaliar a severidade da PBE da pupunheira. A severidade da doença foi avaliada aos 7, 14, 21 e 28 dias após a inoculação. Concluiu-se que: a) O método de injeção na base do estipe foi o mais efetivo para a inoculação de P. palmivora; b) Os isolados de P. palmivora: SA-5, SA- 9, SA-10, SA-11, SA-14, SA-15, SA-16, SA-30 e SA-31 foram os mais agressivos; e c) As progênies de pupunheiras T2, T4, T7, T9 e T15 mostraram resistência à P. palmivora.
Palavras-Chave:  Palm heart; Phytopathology.
Thesagro:  Bactris Gasipaes; Doença de Planta; Palmito; Phytophthora Palmivora; Pupunha.
Categoria do assunto:  H Saúde e Patologia
URL:  http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/185350/1/2018-Alvaro-SP-Inoculation.pdf
Marc:  Mostrar Marc Completo
Registro original:  Embrapa Florestas (CNPF)
Biblioteca ID Origem Tipo/Formato Classificação Cutter Registro Volume Status
CNPF56534 - 1UPCAP - DD
Fechar
Nenhum registro encontrado para a expressão de busca informada.
 
 

Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área Restrita

Embrapa Informática Agropecuária
Av. André Tosello, 209 - Barão Geraldo
Caixa Postal 6041- 13083-886 - Campinas, SP
PABX: SAC (19) 3211-5743
SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional